segunda-feira, 30 de junho de 2014

Um trago

 
É raro manter o primeiro começo de um texto. Escrevo, apago, escrevo, apago com mais vontade.
Esse blog tem resistido há mais tempo do que o imaginado. As vezes penso nele e até sinto vontade de publicar alguma coisa. E quando penso, imagino um lugar fechado, cheio de poeira e com direito a plaquinha de I'll be back. Penso num pub. Mentira, é um boteco mesmo...porém, apesar da poeira, tem garrafas pela metade. Sem água pra lavar, pego qualquer copo, escolho uma das garrafas e tomo um trago. Uma luz acesa foi esquecida. A lâmpada dá sinais de morte. Fico entre a presença e a ausência. Já que a luz é baixa, não preciso fazer esforço algum para optar. Escolho a luz, a presença. Troco a lâmpada e saio satisfeita, dessa vez, com a lembrança de que o tempo só faz melhorar o malte das minhas bebidas. 

2 comentários:

  1. http://www.blogblux.com.br/2014/06/fotografo-registra-aranhas-como-voce.html

    ResponderExcluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.